Aeroporto de Narita. Fronteiras do Japão terá reabertura parcial
Covid-19 no Japão Japão Notícias notícias do Japão Política

Primeiro ministro Fumio Kishida anuncia reabertura parcial de fronteiras do Japão

A reabertura de fronteiras do Japão será para estudantes estrangeiros, técnicos trainees e viajantes a negócios.

Em comunicado para a imprensa na quinta-feira, 17/02, , o primeiro ministro Fumio Kishida anunciou que o governo abrirá as fronteiras do Japão para um número limitado de estudantes estrangeiros, além de viajantes a negócio e técnicos trainees.

Reabertura de fronteiras do Japão será em março

Primeiro mi
Primeiro ministro Fumio Kishida

Este grupo seleto terá permissão para entrar no Japão a partir do mês de março, devido a pressão exercida pelo meio acadêmico e de negócios internacionais.

Esta será o primeiro movimento do governo japonês para reabrir de forma parcial as fronteiras, que continuavam com restrições severas devido ao recrudescimento da pandemia de coronavírus.

Pressão da comunidade internacional

A comunidade internacional estava exercendo forte pressão e críticas, já que praticamente todos os países desenvolvidos já tinham feito algum relaxamento, a exemplo da Austrália, que também manteve regras severas até pouco tempo.

Isto representava um desafio político para o primeiro ministro Fumio Kishida e as atenções estavam voltadas para ele desde que tomou posse.

Lembrando que ele é o terceiro primeiro ministro que assume o cargo desde que a pandemia começou em 2020.

Antes, Sinzo Abe tinha se afastado para cuidar de sua saúde, enquanto Yoshihide Suga assumiu por pouco tempo, mas teve uma popularidade ruim, com agravamento da economia japonesa.

Infecções estão desacelerando no Japão

Segundo as palavras de Kishida, as infecções estão começando a desacelerar, com 36 prefeituras começando a reportar declínios.

O Japão tinha feito uma reabertura parcial no mês de novembro de 2021, mas teve que reverter sua decisão por causa do aumento de infecções causadas pela variante omicron.

Nesta nova reabertura parcial, apenas estudantes estrangeiros, técnicos trainees e viajantes a negócios serão permitidos. Por enquanto, turistas ficam de fora.

Além disso, haverá um número limite de chegadas diárias de 3.500 pessoas, mas esse número aumentará conforme for progredindo até chegar a 5.000.

Além do grupo, também poderão entrar japoneses que trabalham no exterior e esperavam para retornar para casa. As pessoas interessadas deverão se submeter a um requerimento prévio.

Leia também

0 comentário em “Primeiro ministro Fumio Kishida anuncia reabertura parcial de fronteiras do Japão

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: