Cultura Notícias notícias do Japão Turismo

Enryaku-ji: templo budista de Shiga reabre seu salão principal ao público pela primeira vez depois de 1.200 anos

Em uma curta janela de tempo (até 12 de dezembro de 2021) o público poderá visitar o Salão Principal do Enryaku-ji pela primeira vez desde o ano de 822. Saiba mais

Depois de cerca de 1.200 anos, o Enryaku-ji (延暦寺), templo budista localizado aos pés do Montei Hiei na prefeitura de Shiga (e próximo a Kyoto) abre as portas do Kaidan-in – o Salão Principal – ao público em uma raríssima oportunidade para a celebração do Daiokini.

Daiokini é uma celebração que acontece no local em memória do monge Saichō, fundador do templo e das escolas Tendai e Tiantai de budismo no Japão. Contudo, o Enryaku-ji segue apenas a escola Tendai.

Monge Saichō ou Dengyō Daishi (767 - 822), fundador do templo Enryaku-ji e das escolas Tendai e Tiantai de budismo no Japão
Monge Saichō ou Dengyō Daishi (767 – 822), fundador do templo Enryaku-ji e das escolas Tendai e Tiantai de budismo no Japão

Após uma vida conhecido apenas como Saichō, o monge recebeu o título de Dengyō Daishi (伝教大師), o nome significa “Grande Mestre Que Transmitiu Os Ensinamentos”, mais especificamente o Sutra do Lótus.

A contribuição de Dengyō Daishi para a história japonesa é inestimável, razão pelo qual o salão principal do templo manteve-se fechado desde sua morte (767 – 822) aos 55 anos.

Essa rara e única oportunidade em 1.200 anos, no entanto, é limitada até o dia 12 de dezembro de 2021.

Enryaku-ji – 延暦寺

Fundado no final do século VIII por volta do ano 788, o templo encontra-se aos pés do Monte Hiei, próximo ao Lago Biwa e da antiga capital do país e atual capital cultural do Japão, Kyoto. Com o passar do tempo, Enryaku-ji acabou tornando-se um grande quartel general.

Isso por quê o método empregado pela escola Tendai de budismo para que seus seguidores atinjam a iluminação exigia tanto de seus corpos, que os tornavam em grandes e temidos guerreiros (os Sōhei, já os monges guerreiros Yamabushi eram ascetas das montanhas).

Entrada do templo Enryaku-ji, prefeitura de Shiga
Entrada do templo Enryaku-ji, prefeitura de Shiga

Em seu auge durante o século XVI, o templo chegou a ter aproximadamente 3 mil sub templos com milhares de monges guerreiros destemidos e leais apenas ao Enryaku-ji. Com tamanho poder, os líderes do templo exerciam grande influência na vida instável política japonesa.

Muitos Sōhei do templo se envolveram nas batalhas travadas durante o Sengoku Jidai (1417 – 1615). Tamanho poder não passou desapercebido por Oda Nobunaga que em 1571 lançou um cerco em Enryaku-ji matando a maioria de seus ocupantes.

Morte e renascimento do Enryaku-ji

Após a destruição do templo em 1571 no cerco liderado por Oda Nobunaga (que também marcou o declínio dos monges Sōhei e Yamabushi), o Enryaku-ji só foi reconstruído depois de mais um século em 1678.

A reconstrução manteve a estrutura e arquitetura original. Outra trágica destruição ocorrera no “quartel-general” da escola Tendai de budismo em 1956. Um incêndio no Hokke Soji-in Todo (Grande Salão de Estudos) destruiu importantes patrimônios culturais da nação japonesa.

Contudo, o Grande Salão de Estudos que também é um belo pagode de dois andares foi reconstruído em 1980. Desde então não houveram mais grandes obras no templo (que é um dos mais importantes do país).

Kaidan-in: o Salão Principal

Aos que estiverem próximos ao templo terão uma oportunidade tão única que nem mesmo os monges que atualmente vivem em suas dependências tem acesso, eles são autorizados a entrar apenas uma vez na vida no salão de Dengyō Daishi.

Além do Salão Principal, também estará aberto ao público o Hokke Soji-in Todo, O Grande Salão de Estudos onde estão tesouros de buda e cerca de mil Sutras da Lótus e o Kokuhoden Hall, museu do templo.

  • Interior do Salão Principal (Kaidan-in) do templo Enryaku-ji
  • O Grande Salão de Estudos e Pagode Hokka Soji-in Toda do templo Enryaku-ji

Os ingressos custam JP¥ 500,00 (R$ 24,33) para adultos, JP¥ 300,00 (R$ 14,60) para alunos do ensino médio e superior e JP¥ 100,00 (R$ 4,87) para alunos do ensino básico.

As atrações do Enryaku-ji funcionam das 09:00 às 16:00. No entanto, em dezembro o tempo para visita é menor, das 09:30 às 15:30.

Endereço: 4220 Sakamotohonmachi, Otsu, Shiga 520-0116, Japão.
Telefone para contato: +81 77-578-0001

0 comentário em “Enryaku-ji: templo budista de Shiga reabre seu salão principal ao público pela primeira vez depois de 1.200 anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s