24 filmes de terror japonês
Destaques Entretenimento

Confira 24 filmes japoneses de terror

Confira a lista de filmes japoneses de terror de acordo com avaliações de críticos especializados e do público

Essa lista de filmes japoneses de terror possui avaliações do site Rotten Tomatoes onde pessoas e críticos votam sobre a qualidade de filmes variados.

Portanto, a ordem de aparência dos filmes tem influência pela votação de internautas e usuários do site, mas também de críticos especializados que trabalham em meios de comunicação e revistas, como BBC, LA Times, entre outros de diversos países.

Além disso, ela pode mudar de acordo com o tempo com mais avaliações. No entanto, é uma boa forma de conhecer alguns títulos e guiar sua escolha.

O Rotten Tomatoes é um site na língua inglesa com avaliações de filmes diversos em vários gêneros. Funciona como um termômetro para os cinéfilos. Continue lendo e confira 24 filmes de terror do Japão, mas antes veja algumas informações importantes.

Filmes japoneses de terror

Os filmes japoneses de terror tiveram destaque no cinema americano por volta dos anos 2000 com o lançamento de alguns remakes hollywoodianos.

Água negra, O Chamado e O Grito são os mais famosos e foram feitos com atores famosos e lançamentos grandiosos.

Foi nesta época que muita gente descobriu que o Japão fazia filmes de terror baseado em uma cultura cheia de yokais e outros espíritos.

Variedade do terror e horror japonês

No entanto, o terror japonês não se limita apenas a isso, existem outras vertentes indo do gore ao terror psicológico que trabalham com os medos mais profundos abordando lendas, folclore, questões tabus da sociedade e mais.

Terror, horror, gore, tortura, erotismo, ero guro e mais

Terror é um gênero com características que se destrincha por outros. Quando envolve medo, ansiedade, entre outros sentimentos e emoções mais profundas que mexem com a psique é terror.

O horror é classificado quando existem elementos chocantes e nojentos que horrorizam e impactam, difícil de esquecer e que causam repulsa, nojo, entojo.

Gore é quando o filme é sanguinário com uso de artifícios exagerados e violentos marcado pelo exagero gráfico.

Trash (lixo) é um gênero considerado porcalhão, com toques de comédia, com ares de filme B de baixo orçamento. Portanto, com baixa qualidade técnica e visual.

Estes gêneros acima são os principais, mas deles surgem inúmeros outros, como horror erótico, torture porn, fetishista, sadista, explotation, kitsch, camp e até uma vertente japonesa conhecida como ero guro, entre muitos outros.

Ero Guro

Pôster do filme O horror dos homens deformados (Edogawa Ranpo – Kyofu Kikei Ningen

Originado na década de 30 no Japão, é marcado pelo grotesco e erotismo com apelo sexual e visual feio, nojento.

Agora sim, confira a lista abaixo e faça sua escolha.

24 – Noriko’s Dinner Table (A mesa de jantar de Noriko) 2005

Cena do filme de terror psicológico A Mesa de Jantar de Noriko.

O filme japonês de terror tem 2 horas e 33 minutos, ganhou 80% de votos da audiência e 64% em reviews.

Descrito como trágico, mas um suspense com cenas fortes tratando suicídio com muito drama em ritmo lento.

Para quem gosta de drama, tem paciência, quer refletir sobre suicídio, com questões familiares e estômago para cenas impactantes.

Continuação do filme O Clube dos Suicidas/O Pacto (2002) mostra acontecimentos antes, durante e depois de uma forma não linear e sob ponto de perspectiva de quatro personagens.

Gênero: Drama, mistério, suspense, terror psicológico e thriller.

Escrito e dirigido por Sion Sono.

Enredo: Noriko foge de sua casa em Tóquio após se envolver com um grupo que conheceu na internet e uma adolescente chamada Kumiko.

23 – Versus (O portal da ressurreição) 2000

O filme tem 1 hora e 59 minutos, ganhou 77% da audiência e 73% em reviews. Descrito como trash e cômico, gore com muitas cenas de ação frenética, mas divertido. Melhor assistir sem muitas expectativas se gosta do gênero e quer passar um tempo.

Gênero: Ação e terror.

Escrito por Ryuhei Kitamura e Yudai Yamaguchi.

Diretor: Ryuhei Kitamura.

Sinopse: Um prisioneiro fugitivo e uma mulher acabam na floresta da ressurreição onde existe um portal para o inferno. Lá as pessoas que morrem voltam como zumbis. Uma batalha é travada no local.

22 – Gozu 2003

O filme tem 2 horas e 10 minutos, ganhou 80% da audiência e 72% em reviews. Mistura comédia com terror e um pouco de drama e horror. Descrito por muitos como um filme caótico, insano, bizarro, sem lógica e difícil de esquecer.

Gênero: terror, horror, gore e comédia.

Diretor: Takashi Miike

Sinopse: Um jovem integrante jovem da Yakuza deve matar seu colega. Juntos eles fazem uma viagem para uma cidade estranha onde coisas acontecem.

21 – Cold Fish 2011

O filme de terror japonês tem 2 horas e 24 minutos, ganhou 75% da audiência e 74% em reviews.

Descrito como uma película selvagem, sádica, com cenas violentas, com atuações boas, audacioso e gore, mas com ritmo lento na primeira hora.

Gênero: Drama, mistério e thriller. Para maiores de 18 anos.

Diretor: Sion Sono.

Sinopse: Uma família tem sua vida virada de cabeça para baixo após aceitar ajuda de um homem de meia idade prestativo, mas com tendências assassinas.

20 – Death Note 2006

O filme é uma adaptação do mangá e anime Death Note, tem 2 horas e 6 minutos. Ganhou 85% da audiência e 78% dos reviews.

Descrito como bem escrito, conduzido e um ótimo entretenimento para quem já era fã do anime com boa adaptação.

Gênero: mistério, thriller, drama, aventura, crime e horror.

Escrito por Tsugumi Oba, Takeshi Obata, Tetsuya Oishi.

Diretor: Shusuke Kaneko.

Sinopse: Light Yamagami é um inteligente jovem estudante do ensino médio, mas acaba encontrando um caderno de um shinigami (deus da morte). Os nomes que ele escreve no caderno acabam mortos. O detetive L terá que desvendar o mistério de um assassino em massa que está assolando o Japão, mas que não deixa pistas.

19 – Tetsuo: The Ironman (O homem de ferro) 1989

O filme tem 1 hora e 17 minutos, ganhou 76% da audiência e 79% dos reviews de críticos especializados. Descrito como insano, iniciou um gênero novo, industrial, com técnica boa de filmagem, angustiante e um horror moderno.

Filme bom se quiser uma experiência de surrealismo com crítica a sociedade industrial.

Possui muita subjetividade e mensagens ocultas através de referências em cenas com pouquíssimos diálogos. Bem experimental.

Além disso, foi filmado com baixo orçamento com apenas uma PB 16 mm, portanto, não espere ver efeitos especiais ou grandes produções, mas boa edição.

Então, pode ser que fique sem entender nada ao final. Para refletir e considerado um filme de terror japonês cult.

Gênero: ficção científica, horror, cyberpunk, suspense.

Diretor: Shin’ya Tsukamoto.

Escrito por Shin’ya Tsukamoto.

Enredo: Um homem com um fetishe por metais acaba fazendo modificações corporais extremas, mas acaba atropelado por um salaryman (trabalhador). Ele se torna algo a mais e o trabalhador acaba infectado.

18 – Dark Water (Água negra) 2002

O filme de terror japonês tem 1 hora e 40 minutos, ganhou 66% da audiência e 80% dos críticos.

Descrito como sobrenatural, tenso, com boa construção de personagens e um toque de drama. Filme lento com boas atuações, mas sem muitos sustos com sentimentos de angústia pelo isolamento dos personagens.

Gênero: terror.

Diretor: Hideo Nakata.

Escrito por Yoshihiro Nakamura e Ken-ichi Suzuki.

Sinopse: A mãe solteira Yoshimi Matsubara está enfrentando um divórcio difícil e luta para conseguir manter a guarda de sua filha pequena Ikuko. Ela se muda para um apartamento novo e começam a acontecer coisas estranhas.

17 – Tokyo Ghoul 2017

O filme tem 1 hora e 59 minutos ganhou 71% da audiência e 81% de reviews da crítica.

Outro filme adaptação do mangá e anime, é uma boa escolha para quem já era fã. Os efeitos especiais não são o máximo, mas servem o propósito. Para quem nunca leu o mangá ou viu o anime pode ser meio bizarro e sem sentido.

Gênero: Ação e horror.

Diretor: Kentaro Hagiwara.

Escrito por Ichiro Kusuno.

Sinopse: Um estudante do colégio é atacado por um ghoul, um ser comedor de carne humana. Ele acaba recebendo um transplante do ghoul no hospital e acaba meio monstro e meio humano.

16 – Confessions – Kokuhaku (Confissões) 2010

O filme de terror japonês tem 1 hora e 46 minutos, ganhou 88% da audiência e 81% dos críticos.

Descrito como um filme clássico de vingança com abordagem da violência psicológica com mais apelo ao drama do que ao horror. Baseado no livro de mesmo nome de Kanae Minato.

Gênero: drama, crime, terror e mistério.

Diretor: Tetsuya Nakashima.

Escrito por Tetsuya Nakashima.

Sinopse: Uma mãe busca vingança pela morte de sua filha. Busca saber exatamente o que aconteceu, pois a morte foi classificada como acidental pela polícia.

15 – Tokyo Zankoku Keisatsu (Tokyo Gore Police)

O filme tem 1 hora e 49 minutos, ganhou 61% da audiência e 82% das críticas. Segundo as descrições, esse terror japonês é gore, sem lógica alguma, cômico e para quem gosta de filme trash.

Mistura ação, horror e um pouco de tudo. Não existem sustos ou mistério, um típico filme B para assistir sem pretensões pela bizarrice e diversão se gosta do gênero.

Gênero: Ação, ero guro, gore, trash e horror.

Diretor: Yoshihiro Nishimura.

Escrito por Yoshihiro Nishimura, Kengo Kaji e Sayako Nakoshi.

Enredo: Uma policial trava batalha contra ciborgues mutantes.

14 – Audição (Odishon) 1999

O filme de terror japonês tem 1 hora e 53 minutos, ganhou 80% da audiência e 82% dos críticos. Descrito como um terror clássico, mas audacioso, chocante, dramático e com cenas violentas.

Gênero: horror com cenas de nudez e sexo, terror psicológico, tortura, violência.

Diretor: Takashi Miike.

Sinopse: Aoyama é um viúvo que decide namorar novamente. Seu amigo é um produtor de filme e juntos resolvem fazer uma audição falsa para Aoyama conhecer novas pretendentes. Ele se interessa pela jovem Asami e eles começam um relacionamento.

13 – Onibaba (A mulher demônio) 1965

O filme tem 1 hora e 45 minutos, ganhou 90% da audiência e 83% das críticas. Descrito como um filme exótico, visualmente impactante, erótico, violento, bestial e brutal. Bela fotografia, filmagem boa e ótimo filme para quem se interessa pelo cinema japonês.

Gênero: fantasia e horror.

Escrito e dirigido por Kaneto Shindo.

Sinopse: Uma mulher e sua nora matam samurais para vender seus pertences depois. O filho/marido Kichi morre na guerra, logo a jovem viúva começa a namorar um vizinho chamado Hachi que sobreviveu a guerra. A antiga sogra não aprova e acaba atormentando a vida do casal com ajuda de uma máscara misteriosa.

12 – Saam Gaang Yi (3 extremes) 2005

São três episódios de terror feitos por três diretores renomados do cinema japonês, chinês e coreano. Descrito como extremamente gráfico, brutal reunindo contos de horror para quem gosta do gênero.

Gênero: horror.

Sinopse Box: dirigido pelo japonês Takashi Miike conta a história de uma mulher assombrada pela sua irmã gêmea morta.

Box de Takashi Miike

Sinopse Dumplings: dirigido pelo chinês Fruit Chan conta a história de uma mulher envolta por vaidade e quer reconquistar sua aparência jovem a qualquer custo. Ela conhece uma mulher que vende bolinhos mágicos.

Sinopse Cut: Dirigido pelo sul coreano Park Chan-Wook. Um diretor de filmes e sua mulher pianista são sequestrados por um estranho.

11 – As quatro faces do medo (Kwaidan) 1964

Esse filme de terror japonês tem em média 3 horas dependendo do lançamento, recebeu 90% da audiência e 90% dos críticos através dos reviews.

Quatro clássicas histórias do folclore japonês foram selecionadas entre 14 contos reunidos e lançados em livro pelo Patrick Lafcadio Hearn, conhecido também como Koizumi Yakumo em 1904.

Sob ponto de vista cinematográfico, os contos são considerados ótimos e uma obra de arte. Os cenários foram pintados a mão para criar uma atmosfera fantasmagórica, por exemplo.

Portanto, o filme capta a atmosfera de velhas histórias do folclore japonês com elementos sobrenaturais.

Ótima fotografia. Imperdível para quem gosta de terror e horror, mas não deseja ter apenas sustos momentâneos. Considerado um clássico.

Gênero: sobrenatural, terror, horror.

Diretor: Masaki Kobayashi.

Escrito por Yoko Mizuki.

Sinopses: The Black Hair – O cabelo negro: um samurai larga sua mulher para casar com outra por dinheiro.

The Woman of the Snow – A mulher da neve: um homem tem uma interação com um fantasma e faz um promessa.

Hoichi the Earless: um musicista cego é forçado a tocar uma música da batalha da morte.

In a cup of tea – Em uma xícara de chá: um homem vê o rosto de outro em sua xícara de chá.

10 – House (Hausu) 1977

O filme de terror japonês tem 1 hora e 27 minutos, recebeu 80% da audiência e 90% dos críticos.

Descrito como cômico, espirituoso, trash e fantasioso. Não espere super efeitos especiais, mas técnicas de filmagem cartoon e expressionismo gráfico em sua maestria, entretenimento divertido e bizarrice de um filme considerado cult.

Gênero: mistério, comédia e thriller.

Diretor: Nobuhiko Obayashi.

Escrito por Chiho Katsura.

Sinopse: Um jovem visita a mansão de seu tio, pois quer evitar seu pai e sua nova namorada. Ele vai com seis amigos e um professor. Eventos sobrenaturais passam a acontecer.

9 TAG (Riaru Onigokko) 2015

O filme tem 1 hora e 25 minutos, ganhou 60% da audiência e 92% dos críticos. Descrito como gore, com cenas violentas, surpreendente, imprevisível, bizarro e insano.

Para quem curte o gênero e tem a mente aberta para novas experiências. Inspirado no romance Riaru Onigokko de Yusuke Yamada.

Gênero: ação, mistério, horror, fantasia e thriller.

Diretor: Sion Sono.

Escrito por Sion Sono.

Sinopse: Uma adolescente enfrenta um dia estranho após sobreviver um acidente, acaba em múltiplas realidades alternativas com acontecimentos trágicos e sangrentos.

8 – Cure (A cura) 1998

O filme de terror japonês tem 1 hora e 50 minutos, ganhou 84% da audiência e 92% dos críticos.

Descrito como um filme psicológico, filosófico, hipnotizante, com boas atuações, intrigante e com cenas fortes. Considerado ótimo e com boa atmosfera de terror.

Gênero: crime, horror, mistério, terror, drama e thriller.

Escrito e dirigido por Kiyoshi Kurosawa.

Sinopse: O detetive Takabe investiga uma série de assassinatos violentos cometidos por pessoas normais, mas que não se lembram de ter cometido tais atos.

7 – Godzilla (Gojira) 1954

O filme tem 1 hora e 38 minutos, ganhou 89% da audiência e 93% das críticas. Descrito como potente, devastador, trágico e obscuro.

Não tem grandes efeitos especiais, mas leva a uma reflexão sobre as consequências de uma guerra e do uso de armas nucleares. Considerado um clássico.

Gênero: sci-fi, terror e horror.

Diretor: Ishiro Honda.

Escrito por Ishiro Honda e Shigeru Kayama.

Sinopse: Uma bomba atômica desperta um monstro kaiju que dormia há centenas de anos.

6 – Kuroneko (O gato preto) 1968

O filme tem 1 hora e 39 minutos, ganhou 85% da audiência e 95% dos críticos. Descrito como um filme com senso de justiça poética, vingança, paixão misturando uma trama envolvendo espíritos. O tom do filme é teatral, as cenas gráficas e as atuações boas.

Gênero: fantasia e horror.

Diretor: Kaneto Shindo.

Sinopse: Baseado em uma história do folclore feudal em que um grupo de samurais mercenários liderados por Raiko Minamoto acabam na casa de Yone e sua filha Shigei. Elas são estupradas, assassinadas e a casa é incendiada. No entanto, essa ação terá consequências.

5 – Ringu 1998

Esse filme de terror japonês tem 1 hora e 36 minutos, ganhou 81% da audiência e 97% dos críticos.

Descrito como uma obra com crítica ao avanço da tecnologia com mistura do sobrenatural.

Além disso, é visto pelos críticos como superior a adaptação americana O Chamado com construção de um clima de terror constante até chegar ao ápice. Um filme obrigatório para quem gosta de terror sobrenatural.

Gênero: horror, mistério, terror e thriller.

Diretor: Hideo Nakata.

Sinopse: A repórter Reiko Asakawa inicia uma investigação após sua sobrinha ser encontrada morta junto com três amigos após assistir uma fita amaldiçoada. Junto com seu ex marido Ryuji, ela acha a fita e assiste.

Logo após, a repórter recebe um telefonema de uma voz estranha avisando que ela morrerá em uma semana. Os dois entram em uma corrida contra o tempo para investigar a origem da fita cassete.

4 – Wild Zero 2000

O filme tem 1 hora e 38 minutos, ganhou 82% da audiência e 100% dos críticos. Para quem gosta do gênero trash, gore e horror, o filme é ótimo com exagero e trilha sonora frenética rock’n roll.

Uma ode a George Romero, Ramones e Tarantino. Para ter diversão e entretenimento sem pretensões.

Gênero: sci fi, comédia, ação, horror, romance.

Diretor: Tetsuro Takeuchi.

Escrito por Tetsuro Takeuchi e Satochi Takagi.

Sinopse: Ace e a banda de rock Guitar Wolf lutam para combater aliens que transformam as pessoas em zumbi.

3 – Edogawa Ranpo Taizen: Kyofu Kikei Ningen (O horror dos homens deformados) 1969

O filme tem 1 hora e 39 minutos e ganhou 52% da audiência e 100% dos críticos. Descrito como um ótimo filme para quem gosta de horror gótico, erótico, grotesco e fetishista.

Uma película trash baseada no conto Panorama Island Otan do autor Edogawa Ranpo.

Gênero: horror, ero guro (erótico e grotesco e violento).

Diretor: Teruo Ishii.

Sinopse: Após escapar de um asilo para loucos, um estudante de medicina acaba em uma ilha comandada por um cientista e habitada por homens deformados.

2 – Ugetsu Monotagari 1954

O filme tem 1 hora e 36 minutos, ganhou 94% da audiência e 100% dos críticos. Considerado um clássico do cinema asiático, esse filme de terror japonês possui rica atmosfera, direção brilhante, com abordagem da alma humana com elementos fantasmagóricos intercalando realidade com fantasia e atuações excelentes.

Baseado em uma história do folclore chamado Ugetsu Monogatari, não tem elementos gráficos extremos, mas uma história bem contada, mostra o terror da capacidade humana em ser vil.

Gênero: fantasia, horror, drama.

Diretor: Kenji Mizoguchi.

Escrito por Matsutaro Kawaguchi.

Sinopse: Ambientado na época da guerra civil do século 16, dois homens se deixam levar pela ambição, paixão, luxúria e riqueza correndo o risco de destruir suas famílias e colocar suas esposas em desgraça.

1 – Kamera o tomeru na! (Plano-Sequência dos mortos)

O filme japonês de terror tem 1 hora e 36 minutos, ganhou 87% da audiência e 100% dos críticos. Descrito como uma ode ao gore, ao exagerado, ao trash, horror com toques de comédia.

Uma sátira para divertir e arrancar risadas. Bom para assistir sem levar a sério e com toques de leveza para quem já viu outros filmes de zumbi ou é fã do gênero. Se gostou de Shaun of the Dead, será uma ótima escolha.

Gênero: comédia, horror, exploitation, trash.

Dirigido e escrito por Shinichiro Ueda.

Sinopse: Um diretor e sua equipe filmam um filme B sobre zumbis com baixo orçamento quando são atacados por zumbis reais.

0 comentário em “Confira 24 filmes japoneses de terror

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s