Notícias do Japão
coronavírus no Japão Covid-19 no Japão Notícias notícias do Japão

Giro de notícias do Japão: 7 de março de 2021, domingo

Confira o relatório de novas infecções de coronavírus no Japão, novos imunizantes serão aprovados em maio ou junho, governos carecem de especialistas em desastres naturais, mídia do Japão é pressionada a mudar abordagem sexista e cineasta japonês Ryusuke Hamaguchi é premiado com Urso de Prata

Em um único post, confira uma seleção de resumos das notícias do dia saídas e traduzidas dos principais portais de notícias no Japão. Confira temas de categorias diferentes, como política, entretenimento, sociedade e mais. Se atualize e saiba o que aconteceu no país de uma vez só em poucos minutos.

COVID-19 no Japão

Neste sábado foram divulgados os dados sobre novos infectados pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 no Japão. Os dados são referentes aos testes realizados no dia 4 de março, quinta-feira.

Tokyo conduziu 6.950 testes PCR na quinta-feira em toda a prefeitura e confirmou 237 novos casos do novo coronavírus SARS-CoV-2, 56 casos a menos do relatado no sábado (6) relativo aos testes conduzidos no dia 3, quarta-feira. Dos contaminados, 127 eram do sexo masculino e 110 do sexo feminino.

Região Metropolitana de Tokyo segue em estado de emergência para evitar novos focos de contaminação com a chegada da temporada das sakuras
Região Metropolitana de Tokyo segue em estado de emergência para evitar novos focos de contaminação com a chegada da temporada das sakuras

Em todo o território nacional foram confirmados 1.065 novos casos de COVID-19, dos quais 373 apresentaram sintomas graves e precisaram ser hospitalizados (52 em Tokyo). Foram registrados 25 óbitos relacionados a doença.

Além da prefeitura de Tokyo, as regiões mais afetadas pela pandemia foram Saitama (123), Kanagawa (119), Chiba (113), Hokkaido (84), Osaka (76), Hyogo (41), Fukuoka (35), Miyagi (32) e Aichi (27).

Japão deverá aprovar novo imunizante no país em maio

O ministro da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Norihisa Tamura disse em um programa de televisão que o país deverá aprovar novos imunizantes em breve. “Existe a possibilidade de alguma farmacêutica receber autorização de uso em maio ou junho”, afirmou Tamura.

A vacina desenvolvida pela Pfizer Inc. em parceria com a BioNTech SE. foi a primeira a ser aprovada no Japão. O governo central também celebrou contratos com a AstraZeneca Plc. e com a Moderna Inc., não obstante, ainda existe a possibilidade de negociações com a Johnson & Johnson.

Chegada de imunizantes de outras farmacêuticas deverá vir em um momento onde países do bloco europeu estão vetando a exportação de vacinas enquanto as demandas internas não forem atendidas
Chegada de imunizantes de outras farmacêuticas deverá vir em um momento onde países do bloco europeu estão vetando a exportação de vacinas enquanto as demandas internas não forem atendidas

Os pedidos para aprovação foram solicitados ainda em fevereiro e virão em um momento onde os estados-membros da EU com a Itália estão considerando bloquear as exportações de vacinas para outros países fora do bloco, enquanto as farmacêuticas não honrarem seus contratos coma União Europeia.

Ainda há um longo caminho até imunizar toda a população de 126 milhões e convencer parte considerável de seus cidadãos céticos e temerosos em relação a vacinas, que o único caminho para superar a pandemia de coronavírus SARS-CoV-2 é pela imunização em massa.

Governos locais carecem de especialistas em desastres

Uma pesquisa realizada pelo Kyodo News revelou que 20,5% dos governos municipais do Japão não dispõe de especialistas em desastres naturais. O dado alarmante vem próximo ao aniversário de 10 anos do Grande Terremoto de Tohuko em 2011.

Além do alto número de governos locais sem equipes de gestão de desastres, a pesquisa também descobriu que 14,1% dos municípios só possuem uma pessoa para gerenciar eventuais catástrofes e 41,5% dispõem de dois a cinco oficiais.

A maioria dos governos locais não têm equipes ou pessoal suficiente para realizar uma gestão de desastres
A maioria dos governos locais não têm equipes ou pessoal suficiente para realizar uma gestão de desastres

A pesquisa foi realizada entre os meses de outubro a dezembro de 2020 e contou com respostas de 1.469 governos entre cidades, vilas e vilarejos. Entre as perguntas estavam a quantidade de oficiais exclusivos, politicas de evacuação e recursos alocados.

Os governos locais que possuem poucas pessoas para gerenciar potenciais crises disseram que esses oficiais são encarregados de outras tarefas, como eleição, segurança de tráfego e outras tarefas necessárias para a administração pública.

Mídia do Japão é pressionada a mudar abordagem sexista de sua programação

Após o escândalo das falas sexistas e depreciativas do ex-diretor do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tokyo 2020, Yoshiro Mori, a mídia japonesa está sendo pressionada para mudar sua abordagem machista em suas programações.

Presidente da Japan Federation of Newspaper Workers' Unions Mami Yoshinaga fala sobre disparidades entre gêneros no setor
Presidente da Japan Federation of Newspaper Workers’ Unions Mami Yoshinaga fala sobre disparidades entre gêneros no setor

A pressão não tem origem apenas da sociedade, mas também dos próprios profissionais do meio de comunicação. “É constrangedor encontrar organizações (de mídia de massas) em uma situação como esta”, disse Mami Yoshinaga, presidente da Japan Federation of Newspaper Workers’ Unions.

Existe uma dominância masculina nos meios de comunicação. O meio acadêmico partilha da mesma opinião que Yoshinaga. Estudantes de jornalismo afirmam que a maioria dos artigos escritos em jornais são assinados por homens, algo que não corresponde a realidade.

Apenas 7,7% dos cargos de chefia são ocupados por mulheres em jornais e editoriais do Japão
Apenas 7,7% dos cargos de chefia são ocupados por mulheres em jornais e editoriais do Japão

Além da apropriação do trabalho das mulheres, os programas de televisão são estruturados de forma que as mulheres mais jovens, ouçam o que um homem de meia idade tem a dizer. Para os futuros profissionais, a imagem passada é como se esses homens fossem ídolos para as mulheres que os ouvem.

Esse formato não é mais atraente a um público e futuros profissionais que rejeitam a misoginia, o sexismo e a estrutura patriarcal nos meios de comunicação e no mundo corporativo em geral.

Uma pesquisa realizada em 38 editoriais do Japão por sindicatos de jornalistas e profissionais de mídia em 2019 revelou que apenas 7,7% dos altos cargos eram ocupados por mulheres, ou seja, de 159 pessoas que fazem parte do conselho do setor, por exemplo, apenas 3 são mulheres.

Professora Kaori Hayashi, segunda da esquerda para a direita a frente
Professora Kaori Hayashi, segunda da esquerda para a direita a frente

“Se os cargos de decisão forem ocupados apenas por homens, as notícias, o conteúdo transmitido e até mesmo a forma como as notícias são organizadas refletirão a perspectiva masculina de mundo”, afirmou Kaori Hayashi, PhD em mídia de massas e professora de jornalismo na University of Tokyo.

Cineasta japonês é premiado com Urso de Prata no Festival Internacional de Cinema de Berlin (Berlinale)

O cineasta Ryusuke Hamaguchi de 42 anos foi premiado no sábado com o Urso de Prata no Festival Internacional de Cinema de Berlin com seu curta metragem Guzen To Sozo (Roda da Fortuna e Fantasia).

Cineasta Ryusuke Hamaguchi se disse surpreso pela premiação no Berlinale
Cineasta Ryusuke Hamaguchi se disse surpreso pela premiação no Berlinale

O curta conta três histórias de acasos e coincidências com diálogos escritos pelo próprio cineasta e cada história é contada em torno de uma mulher diferente. O curta recebeu o 71° prêmio do grande júri popular.

Hamaguchi se disse surpreso por ter sido premiado em um festival de cinema tão importante, com um filme realizado em meio a pandemia e com uma equipe reduzida. O cineasta teve o filme “Happy Hour’ em destaque em 2015 no Festival de Cinema de Locarno recebendo várias premiações pela obra.

Os três contos farão parte de uma coleção de sete contos que Ryusuke desenvolverá reviravoltas e tramas experimentais.

Fontes: Japan Today, Kyodo News, Asahi Shimbun, Mainichi Shimbun, NHK, Nikkei

0 comentário em “Giro de notícias do Japão: 7 de março de 2021, domingo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s