Japão

Parceria Panasonic e Tesla: bateria 4680 para EV ganha protótipo

Bateria desenvolvida pela Panasonic exclusiva para EVs da Tesla deverá entrar em produção em série a partir do início do ano fiscal de 2023. Confira

A parceria Panasonic e Tesla rendeu frutos e em março a Panasonic Corp. apresentou o primeiro protótipo da bateria 4680, que substituirá a atual 2170 utilizada nos EVs produzidos pela Tesla Inc.

O trabalho para criar a nova e mais poderosa bateria começou há cerca de um ano e meio. De acordo com Kazou Tadanobu, CEO da Panasonic Corp, o desenvolvimento da nova fonte de energia custou uma quantidade significativa de estamina nos últimos meses.

CEO da Panasonic, Kazuo Tadanobu, segura nova bateria 4680 (esquerda) e 2170 (direita). Foto por Tim Kelly, Reuters/File Photo
CEO da Panasonic, Kazuo Tadanobu, segura nova bateria 4680 (esquerda) e 2170 (direita). Foto por Tim Kelly, Reuters/File Photo

Para a Tesla Inc, a produção em larga escala da 4680 será a chave tecnológica que permitirá à companhia colocar no mercado, EVs por US$ 25 mil (JP¥ 2,9 milhões), quase a metade do valor dos atuais modelos em que os preços começam com US$ 41 mil (JP¥ 4,8 milhões).

A Panasonic Corp. ficará responsável por produzir a maior e mais poderosa bateria para EVs até o momento e terá um volume de demanda pela sua gigante parceira Tesla Inc. a partir de 2023.

Parceria e investimento

A relação entre a Panasonic Corp. (6752.T) e a Tesla Inc. (TSLA.O) vem de longa data. A primeira parceria foi firmada ainda em 2009 e entrou em vigor a partir de 2010.

Na ocasião, a Panasonic investiu US$ 30 milhões para aprofundar o laço entre as empresas pesquisando novas tecnologias para EVs.

Então, um novo acordo foi firmado em 2011 para a criação de baterias de íons de lítio para o primeiro sedã da Tesla, o Model S.

Parceria entre a gigante japonesa Panasonic Corp. e a gigante estadunidense Tesla Inc., vem se desenvolvendo desde 2009-2010
Parceria entre a gigante japonesa Panasonic Corp. e a gigante estadunidense Tesla Inc., vem se desenvolvendo desde 2009-2010

Foram mais de 80 mil veículos abastecidos com as baterias da Panasonic Corp. Já em 2016.

A empresa japonesa ainda investiu US$ 1,6 bilhões na Gigafactory, fábrica de componentes para EVs da Tesla Inc.

Mas apesar da decisão polêmica da diretoria da Panasonic em vender suas ações e participações na Gigafactory, Elon Musk, CEO da Tesla Motors disse que isso não mudaria a relação comercial entre ambas.

Baterias Panasonic 4680 para Tesla em 2023

As baterias Panasonic 4680 para EVs Tesla foram um grande desafio ao time de desenvolvedores, afinal, a busca é por mais carga em um tamanho semelhante a bateria das gerações anteriores.

No entanto, a 4680 é bem maior do que suas antecessoras e a equipe da Panasonic não sabia exatamente como ela seria recebida pelo pessoal da Tesla Inc.

Evolução das baterias desenvolvidas pela Panasonic Corp
Evolução das baterias desenvolvidas pela Panasonic Corp

De acordo com os técnicos da Tesla, a nova bateria atende as necessidades de desempenho da montadora.

As baterias 4680 serão produzidas em série a partir do começo do ano fiscal de 2023, ou seja, a partir de abril de 2023 em sua planta de Wakayama.

Também é estudada a possibilidade da Panasonic criar uma planta nos EUA para a produção e distribuição na Gigafactory.

A partir de abril de 2023, a planta de Panasonic de Wakayama começará a produzir em série as baterias 4680
A partir de abril de 2023, a planta de Panasonic de Wakayama começará a produzir em série as baterias 4680

A parceria Panasonic e Tesla é uma excelente relação ganha-ganha. Por um lado, a Tesla Inc. terá a melhor e mais poderosa bateria de íon de lítio do mercado para seus EVs, e por outro, a Panasonic se torna mais competitiva em relação as suas rivais.

Leia também

Desafios do futuro

Apesar da vitória em conseguir desenvolver o protótipo de uma nova bateria para carros elétricos, os desafios de produção são surpreendentemente altos.

Por exemplo, se uma bateria for contaminada por partículas, pode causar um incêndio no veículo.

Em geral, quando um carro elétrico pega fogo é porque partículas de metal ‘contaminam’ o núcleo durante o processo de produção da bateria do automóvel, daí a preocupação do próprio Elon Musk para a produção da 4860.

Baterias 4680 da parceria entre Panasonic e Tesla deverá reduzir o custo de produção e consumo de veículos elétricos consideravelmente
Baterias 4680 da parceria entre Panasonic e Tesla deverá reduzir o custo de produção e consumo de veículos elétricos consideravelmente

Mas o CEO da Panasonic Corp., Todanobu, está otimista em superar suas principais rivais em bateria para EVs, que são a sul-coreana LG Energy Solution (066570.KS) e a chinesa Contemporary Amperex Technology (300750.SZ).

Além disso, no que diz respeito a questão ambiental, os EVs serão a maior revolução na sociedade.

Ainda deverá ajudar a baratear o custo de produção e consumo dos veículos da nova geração.

0 comentário em “Parceria Panasonic e Tesla: bateria 4680 para EV ganha protótipo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: