Notícias do Japão
coronavírus no Japão Covid-19 no Japão Notícias notícias do Japão

Giro de notícias do Japão: 13 de fevereiro de 2021, sábado

Confira os relatórios divulgados sobre coronavírus no Japão, notícias sobre as vacinas da Pfizer - BioNTech, terremoto atingiu Fukushima e deixou 30 pessoas feridas, habitações públicas em Morioka para quem perdeu casa no terremoto de Tohoku são entregues, testes de carros voadores serão feitos até 2022

Em um único post, confira uma seleção de resumos das notícias do dia saídas e traduzidas dos principais portais de notícias no Japão. Confira temas de categorias diferentes, como política, entretenimento, sociedade e mais. Se atualize e saiba o que aconteceu no país de uma vez só em poucos minutos.

COVID-19 no Japão nas últimas 24 horas

Nesta quinta-feira foram divulgados os dados sobre novos infectados pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 no Japão. Os dados são referentes a testes realizados no dia 10 de fevereiro, quarta-feira.

Tokyo conduziu 8.468 testes PCR na quarta-feira em toda a prefeitura e confirmou 369 novos casos do novo coronavírus SARS-CoV-2, 62 casos a mais em comparação a sexta-feira-feira (12) de dados relativos aos testes conduzidos no dia 9, terça-feira. Dos contaminados, 188 eram do sexo masculino e 181 do sexo masculino.

Transito de pessoas no Japão em meio a pandemia do novo coronavírus SARS-CoV-2
Trânsito de pessoas no Japão em meio a pandemia do novo coronavírus SARS-CoV-2

Em todo o território nacional foram confirmados 1.362 novos casos de COVID-19, dos quais 693 apresentaram sintomas graves e precisaram ser hospitalizados (104 em Tokyo). Foram registrados 65 óbitos relacionados a doença.

Além da capital japonesa, as regiões mais afetadas pela pandemia foram Saitama (164), Osaka (142), Kanagawa (105), Chiba (98), Fukuoka (64), Aichi (59), Hyogo (56), Hokkaido (39) e Kyoto (23).

Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar dá sinal verde ao imunizante Pfizer-BioNTech

As primeiras doses dos imunizantes Pfizer-BioNTech chegaram ao Japão às 10:20 da sexta-feira (12), de um voo de Bruxelas com destino ao Aeroporto Internacional de Narita pela companhia aérea All Nippon Airways Co.

Imunizantes Pfizer-BioNTech chegam ao Aeroporto Internacional de Narita na sexta-feira (12)
Imunizantes Pfizer-BioNTech chegam ao Aeroporto Internacional de Narita na sexta-feira (12)

As primeiras 400 mil doses das vacinas deverão ser aplicadas aos mais de 20 mil médicos e enfermeiros do país em mais de 100 instituições de saúde espalhados pela ilha. É esperado que o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar libere o uso emergencial das vacinas no domingo (14).

Depois dos médicos e enfermeiros, está previsto a imunização de 3,7 milhões em meados de março de outros profissionais de saúde e trabalhadores que atuam na linha de frente no combate a pandemia.

Quando os trabalhadores forem vacinados, os próximos serão os japoneses com mais de 65, mas isso só deverá acontecer por volta de abril – na melhor das hipóteses. Pessoas com comorbidades e cuidadores de idosos deverão ser os próximos e por último, a população geral.

Primeiro lote de 400 mil vacinas chegam ao Japão e deverão ser aprovadas no domingo (14)
Primeiro lote de 400 mil vacinas chega ao Japão e deverá ser aprovada no domingo (14)

Apesar do otimismo, ainda não há nenhum plano detalhado do governo central em relação a vacinação, o que deixa os governos locais no escuro.

Caso a EU imponha restrições na exportação de vacinas, o programa japonês sofrerá atrasos. E ainda que a farmacêutica AstraZeneca pretenda produzir 75% das vacinas acordadas com o Japão no próprio país, também demandará tempo para a produção, transporte e aplicação dos imunizantes.

Forte terremoto de MW7,3 em Fukushima sacode diversas prefeituras

Um violento tremor de MW7,3 com epicentro na costa de Fukushima e a uma profundidade de 60km sacudiu diversas prefeituras do Japão às 23:08 do dia 13 de fevereiro (horário local). Ao menos 30 pessoas ficaram feridas.

De acordo com a Agência Meteorológica do Japão, esse foi o tremor mais forte no Japão desde o Grande Terremoto de Tohoku de MW9,1. Apesar do forte tremor, não houve alerta de tsunamis para as regiões afetadas. Confira filmagens feitas por residentes:

Os tremores foram sentidos nas prefeituras da região de Kanto (Tokyo, Kanawagawa, Chiba, Saitama, Gunma, Tochigi e Ibaraki) com mais intensidade e com menor intensidade em outras prefeituras. Ainda assim, praticamente todo o país sentiu o terremoto.

Aproximadamente 950 mil residências ficaram sem energia após o terremoto, pois diversas usinas foram desligadas como medida preventiva. Danos materiais também foram reportados em estradas e negócios. As autoridades alertaram também sobre possíveis riscos de colapsos de edifícios e outras construções.

Habitações públicas para vítimas do Grande Terremoto de Tohoku em Morioka finalmente é entregue

O complexo habitacional na cidade de Morioka, prefeitura de Iwate, foi finalmente entregue. As moradias foram feitas para os desabrigados após o terremoto seguido de tsunami no dia 11 de março de 2011.

Entrega de apartamentos as vítimas do Grande Terremoto de Tohoku em 11 de fevereiro de 2021
Entrega de apartamentos as vítimas do Grande Terremoto de Tohoku em 11 de fevereiro de 2021

Esse complexo habitacional, o Minami-Aoyama, conta com 283 apartamentos e é o último construído para receber algumas das mais de 6 mil pessoas que viviam na costa e ficaram sem casa. Ele foi inaugurado no dia 11 de fevereiro e ainda tem 30 unidades vazias.

No total, o governo construiu 29.654 mil apartamentos em oito prefeituras para as vítimas do terremoto, no entanto, as autoridades relataram um número surpreendente de unidades vazias (479 em Iwate, 745 em Miyagi e 1.013 em Fukushima).

Último complexo habitacional - Minami-Aoyama - entregue na cidade de Morioka, prefeitura de Iwate
Último complexo habitacional – Minami-Aoyama – entregue na cidade de Morioka, prefeitura de Iwate

Como muitas das habitações demoraram para ser entregues, algumas pessoas morreram antes de receber um apartamento, outras simplesmente desistiram de esperar e preferiram o aluguel em uma região de sua escolha.

Japão estabelece testes de carros voadores para março de 2022

O Japão seguirá com testes de carros voadores até o final de março de 2022. Há um incentivo do governo japonês com as companhias nacionais para a produção dos veículos aéreos.

Além do uso comercial para o turismo e o transporte de cargas, as autoridades pretendem utilizar a tecnologia para socorrer os habitantes do interior do país em casos de desastres naturais, por exemplo, com mais eficiência.

A prefeitura de Mie está avançando cada vez mais nesse sentido ao solicitar os padrões necessários para iniciar os testes. Mie quer a nova tecnologia para ser um atrativo e aumentar o turismo por toda a prefeitura.

Startup SkyDrive Inc. realiza teste inédito de carro voador com tripulante em agosto de 2020
Startup SkyDrive Inc. realiza teste inédito de carro voador com tripulante em agosto de 2020

Em agosto de 2020, a SkyDrive Inc., uma startup conduziu publicamente pela primeira vez um voo tripulado de um carro voador no Japão, um veículo elétrico de decolagem e pouso vertical e projetado para ser o menor possível.

O governo japonês lançou em 2018 uma parceria público-privada para promover veículos voadores com empresas do setor de logística, fabricantes de automóveis e aeronaves entre outros interessados.

Fontes: Japan Today, Kyodo News, Asahi Shimbun, Mainichi Shimbun, NHK

0 comentário em “Giro de notícias do Japão: 13 de fevereiro de 2021, sábado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s