Notícias do Japão
coronavírus no Japão Covid-19 no Japão Notícias notícias do Japão

Giro de notícias do Japão: 26 de janeiro de 2021, terça-feira

Confira a progressão do coronavírus no Japão das últimas 24 horas, notícias sobre a vacinação, escola de Miyagi virará memorial para as vítimas do terremoto de Tohoku e relatório do aumento de licenças paternidade no Japão

Em um único post, confira uma seleção de resumos das notícias do dia saídas e traduzidas dos principais portais de notícias no Japão. Confira temas de categorias diferentes, como política, entretenimento, sociedade e mais. Se atualize e saiba o que aconteceu no país de uma vez só em poucos minutos.

COVID-19 no Japão nas últimas 24 horas

Testes conduzidos no dia 23 de janeiro, sábado, foram apresentados nessa terça-feira. Tokyo apresentou a maior taxa de confirmação com 1.026 novos casos nos 5.881 testes aplicados na prefeitura. No total, o Japão teve 3.851 novas infecções e 104 óbitos.

Outras regiões mais afetadas depois da capital japonesa foram Kanagawa (394), Osaka (343), Chiba (340), Saitama (253), Aichi (215), Fukuoka (155), Hyogo (153), Kyoto (113), Hokkaido (106), Okinawa (84), Gifu (61), Ibaraki (49), Shizuoka (45) E Tochigi (41).

Cartaz de conscientização da pandemia em Tokyo
Campanha de conscientização contra o novo coronavírus no Japão. Foto por Carl Court

Em meio ao recrudescimento de casos (mais de mil por dia), Tokyo decidiu mudar sua estratégia para rastrear contaminados e os que eventualmente tiveram contato com os infectados, medida adotada também pela prefeitura vizinha, Kanagawa.

As autoridades lamentam a volta desse tipo de prática, mas sentem que é absolutamente necessário dada a escassez de profissionais de saúde e de leitos para atender a alta demanda.

Associações de profissionais de saúde estão pressionando o governo para que sejam feitos mais testes para prevenir o avanço do novo coronavírus SARS-CoV-2 no Japão. O país assiste o sistema de saúde ser fortemente pressionado pela pandemia desde novembro de 2020 com a terceira onda da COVID-19.

Japão fará simulação de vacinação na quarta-feira, 27

Amanha, quarta-feira (27), o governo japonês anunciou que acontecerá uma simulação de vacinação em Kawasaki, região de Tokyo. As vacinações no Japão deverão começar no final de fevereiro quando as primeiras doses dos imunizantes da Pfizer BioNTech chegarão ao país.

Em uma sessão do Comitê Orçamentário na Shūgiin (Casa dos Representantes da Dieta – câmara baixa) Taro Kono, responsável pelo programa de vacinação no Japão, a simulação fornecerá dados essenciais para as prefeituras.

Simulação de vacinação em Tokyo
Japão realizará simulação de vacinação em Tokyo

No total, o Japão acordou 310 milhões de doses em contratos firmados com as farmacêuticas Pfizer Inc (EUA), em parceria com a BioNTech SE. (Alemanha), Moderna Inc. (EUA) e AstraZenica (Reino Unido). O suficiente para imunizar 157 milhões de pessoas.

Além disso, o Japão garantiu mais de 20 mil freezers necessários para armazenar as vacinas.

O imunizante da Pfizer Inc. em parceria com a BioNTech SE exige o armazenamento em -75°C e o da Moderna Inc. a -20°C. Os freezers serão enviados para hospitais e os pontos de vacinação de todo o país.

Escola Primária de Miyagi reabrirá em abril como memorial

No dia 11 de março de 2011 o mundo testemunhou a fúria da natureza quando às 14:56 (horário local), um tremor de magnitude 9,1MW sacudiu a região de Sendai.

Pouco tempo após 7° terremoto mais forte da história, o tsunami provocado pelo sismo varreu o país.

Escola Okawa destruída pelo Grande Terremoto de Tohoku
Escola primária Okawa após terremoto seguido de tsunami em 2011

O Grande Terremoto de Tohoku deixou feridas abertas no Japão, muitas subjetivas e outras bem objetivas, como a tragédia nuclear de Fukushima Daiichi.

De acordo com os dados oficiais, 15.894 vidas foram ceifadas, 6.152 ficaram feridos e 2.562 pessoas desapareceram em decorrência da catástrofe. Entre as vítimas, estavam 70 alunos e 10 professores da Okawa Elementary School, escola a 4 km da costa na cidade de Ishinomaki.

Após o tremor, 108 alunos foram instruídos a manterem-se no pátio da escola por 50 minutos. Em 2014, 23 famílias processaram a prefeitura por negligência. A justiça japonesa entendeu que as mortes poderiam ter sido evitadas caso a prefeitura Miyagi tivesse atualizado os planos de contingência.

Escola primária de Okawa será um memorial a partir de abril de 2021
Homenagens as vítimas da escola primária de Okawa

Em abril, a escola será reaberta como um memorial para homenagear as vítimas e relembrar a sociedade japonesa das marcas eternas que a natureza e a negligência do poder público podem causar aos cidadãos.

2019 teve recorde de homens que tiraram licença paternidade

O governo japonês revelou que 16,4% dos funcionários públicos pediram licença maternidade em 2019.

Houve um aumento de 4% em relação aos dados de 2018 e a meta do governo foi atingida em 13%. Entre os que pediram a licença, 68,4% ficaram ausentes durante um mês e 15,5% por mais de um mês.

16,4% dos funcionários públicos solicitaram licença paternidade em 2020
Licença paternidade em 2020 supera meta estipulada pelo governo japonês

Dentro da sociedade japonesa é incomum que o homem tire a licença paternidade, no entanto, o governo está firme na decisão de tornar essa pratica comum.

“Precisamos fazer com que a licença paternidade se torne comum em nossa sociedade”, afirmou Taro Kono, ministro de assuntos administrativos em coletiva de imprensa.

0 comentário em “Giro de notícias do Japão: 26 de janeiro de 2021, terça-feira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s