Pilha de jornais
notícias do Japão

Giro de notícias no Japão: 5 de novembro de 2020, quinta-feira

A empresa Sega enfrenta prejuízo bilionário, a MUJI lança uma nova casa resistente a terremoto e mais acontecimentos no Japão

Em um único post, confira uma seleção de resumos das notícias do dia saídas e traduzidas dos principais portais de notícias no Japão. Confira temas de categorias diferentes, como política, entretenimento, sociedade e mais. Se atualize e saiba o que acontece no país de uma vez só em poucos minutos.

Notícias no Japão – 5 de novembro, quinta-feira

As notícias no Japão do dia 5 mostram especulações da mudança da constituição pacifista, mais um caso envolvendo acumuladores de animais, lançamento de uma casa pré-fabricada resistente a terremoto da MUJI e a grave crise que a Sega tenta contornar com os prejuízos resultados da pandemia de coronavírus.

Japão não deverá alterar constituição pacifista para comprar artilharia de ataque

Créditos: Getty Images

Haverá uma revisão da constituição pacifista no Japão em dezembro. Segundo informações do Kyodo News, não deverá acontecer alterações para permitir que o país compre armamento que não seja para defesa.

No caso de um ataque pela Coreia do Norte, o Japão é capaz de disparar mísseis balísticos usando a frota de defesa Aegis equipado com destroyers e mísseis interceptores do Patriot Adcanved Capability-3.

A discussão da revisão da constituição pacifista era grande antes do ex primeiro-ministro Shinzo Abe renunciar para tratar sua saúde sem setembro, segundo reportagem do Japan Times. Após Yoshihide Suga ter assumido especula-se qual será sua posição.

Fonte: Kyodo News English e Japan Times.

164 cachorros são resgatados de casa em Izumo

Créditos: The Independent UK

Os cachorros viviam em uma casa pequena de 30 metros quadrados. Os vizinhos reclamaram e os animais foram encontrados amontoados pelo chão ou em cima de mesas e cadeiras.

Segundo as autoridades, o acúmulo de animais se dá por conta da pobreza aliada a isolação e envelhecimento da população japonesa. É um problema que se torna cada vez mais recorrente.

Foram 2,000 reclamações oficiais sobre acumuladores de animais até março de 2019. Analisando 368 casos, descobriu-se que 30% dos donos tinham mais de 70 anos com um grande número com demência.

Para combater esse tipo de atitude, a lei de bem-estar animal foi revisada para se tornar obrigatória castração, além das penas terem sido aumentadas.

Fontes: Reuters, The Guardian, Mainichi Shimbun.

Casa plana MUJI resistente a terremoto abre para visita pública em Yamaguchi

A casa feita com estrutura de madeira da Muji yo no ie é um tipo pré fabricado que preza pela resistência a um desastre natural com grande incidência de iluminação natural.

Ela foi pensada para ser o lar de várias gerações com diferentes estilos de vida, já que o design é atemporal com um layout amplo. Sem paredes ou separações para ter um quase total aproveitamento do espaço com possibilidade de extensão para um jardim ou terraço.

Sua configuração flex permite fazer adaptações em seu interior, já que o quarto pode ser separado do resto dos ambientes com uma repartição móvel.

Com 101.85 metros quadrados, a casa custa 19.07 milhões de ienes e ela pode ser vista em Yamaguchi com reservas antecipadas no site oficial (em japonês) abaixo:

https://www.muji.net/ie/modelhouse/yamaguchi/

Empresa Sega pede aposentadoria voluntária de 650 funcionários

A empresa Sega teve um prejuízo imenso devido a pandemia de coronavírus. O relatório divulgado revelou uma perda de 21.7 bilhões de ienes.

Em comparação, em 2019 no mesmo período, a empresa ganhou 9.8 bilhões de ienes. Por isso, eles pediram na quarta-feira (04/11/20) que 650 profissionais se voluntariem para aposentadoria. Ao todo são 9,051 empregados.

Além disso, haverá uma redução total de 30% do salário de executivos que será aplicada ao longo de cinco meses. Mais cortes estão previstos em cargos mais altos.

Segundo informe da Sega, a empresa estima um gasto 10 bilhões de ienes para arcar com custos das aposentadorias voluntárias e com ajuda para quem preferir se recolocar no mercado de trabalho.

A decisão deverá ser feita até 25 de dezembro para deixar a empresa ao final de fevereiro.

Fontes: Kyodo News.