tecnologia

Japão investe em computação quântica visando a vanguarda tecnológica

Tecnologia de computação quântica determinará futuro

Para além do campo econômico, o Japão está competindo com EUA e China pela liderança da tecnologia quântica.

Primeiro computador (hardware) quântico da IBM, o IBM-Q
Primeiro computador (hardware) quântico da IBM, o IBM-Q

A tecnologia de computação quântica será essencial para o desenvolvimento da IA (Inteligência artificial), rede 6G e outras inovações que ainda estão por vir.

Por isso, importantes empresas japonesas estão na corrida para assumir a dianteira na pesquisa de computação quântica com o incentivo (subsídio) do governo japonês.

Domínio de tecnologia determinará o futuro

Primeiro computador (hardware) desenvolvido pela Mitsubishi Chemical Industrial Private Limited
Primeiro computador (hardware) desenvolvido pela Mitsubishi Chemical Industrial Private Limited

No campo da computação quântica, para competir com gigantes de tecnologia como Google, IBM e Huawei, um grupo com mais de 11 empresas incluindo Toshiba, NTT, Hitachi, Fujitsu, Mizuho Financial Group e Mitsubshi estão unindo forças.

O maior investimento destas grandes corporações está nas telecomunicações, um mercado essencial para a vida moderna e cotidiana das pessoas principalmente no mundo corporativo nas suas mais complexas transações e transmissões de dados e informações.

Antigo líder global

Se hoje o principal campo de batalha pela supremacia quântica é entre China e EUA, é importante lembrar que o Japão já foi o grande líder de tecnologia de ponta no mundo.

A primeira companhia do mundo a apresentar um modelo de computação quântica no mundo foi a empresa japonesa NEC Corporation em 1999, porém, a aplicação exigiria uma revolução que ainda não era possível. Hoje nos encontramos no limiar dessa revolução.

Computação quântica desenvolvida pelo NTT (Nippon Telegraph and Telephone Corporation)
Computação quântica desenvolvida pelo NTT (Nippon Telegraph and Telephone Corporation)

Apesar disso, ainda há um longo caminho para percorrer até que as companhias tenham à sua disposição um computador quântico. A expectativa é que essa tecnologia só esteja disponível no mercado dentro de duas décadas.

Além disso, dado a complexidade, o investimento foi deixado de lado no Japão em detrimento de outras tecnologias que traziam resultados financeiros mais imediatos no setor de telefonia e comunicação.

Projetos e expectativas

A competição tecnológica atualmente está do ponto de vista das patentes equilibrada. EUA ainda se mantém na vanguarda seguida por China e Japão.

O que determinará o sucesso dessa corrida é o resultado da capacidade inovadora das universidades e das companhias aliadas ao financiamento estatal.

Atualmente é necessário um ambiente extremamente controlado (laboratórios específicos) para que os computadores quânticos funcionem
Atualmente é necessário um ambiente extremamente controlado (laboratórios específicos) para que os computadores quânticos funcionem

Atualmente, o Japão possui uma chamada tecnologia imbatível, porém, na aplicação prática perde para a China com proeminência no mercado global.

No entanto, as companhias japonesas estão determinadas a se tornarem uma alternativa viável aos rivais.

A Fujitsu, por exemplo, já tem uma parceria com a Toronto University no campo de computação quântica para projetar novos métodos de radioterapia para tumores e outras doenças complexas.

Aplicação na saúde

Entre as possíveis aplicações, uma das mais aguardas é na área da saúde. Com esses supercomputadores, será possível descobrir novas drogas e tratamentos para uma série de doenças em uma velocidade nunca antes imaginada.

O futuro quântico no Japão

A NEC Corporation realizou um documento, a 2020 Quantum Technology Innovation Strategy, nele, a companhia elenca a seriedade que a tecnologia quântica está sendo levada.

Presidente da Toyota Motors, Takeshi Uchiyamada, fala da importância da computação quântica para o futuro da competitividade da indústria do Japão
Presidente da Toyota Motors, Takeshi Uchiyamada, fala da importância da computação quântica para o futuro da competitividade da indústria do Japão

Já a Hitachi está desenvolvendo tecnologias para o gerenciamento de pessoas baseadas em computação quântica.

Além disso, empresas como JSR, Tokio Marine Holdings e a Dai-ichi Life Holdings também entraram para o grupo das companhias que estão na corrida pelo seu desenvolvimento.

0 comentário em “Japão investe em computação quântica visando a vanguarda tecnológica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s