Mãos retiram conteúdo de um frasco de vacina em frente a um logo da Pfizer
coronavírus no Japão Covid-19 no Japão Notícias notícias do Japão

Estudo da Universidade de Yokohama mostra que vacina da Pfizer-BioNTech é efetiva nas variantes novas de COVID-19

Vacina da Pfizer-BioNTech foi testada com mais de sete novas variantes

Segundo informações do Japan Times, cerca de 90% das pessoas que receberam a vacina da Pfizer-BioNTech tinham anticorpos contras as novas variantes mais infecciosas detectadas no Japão em um estudo mostrado esta semana.

Estudo testa vacina Pfizer-BioNTech contra novas variantes

O estudo foi realizado pela Universidade de Yokohama e foi conduzido com 105 pessoas que receberam as duas doses da vacina sem ter contraído a doença. Elas apresentaram anticorpos para sete variantes.

Das 105 pessoas, entre 90% a 94% ainda tinham proteção contra as variantes encontradas na Inglaterra, África do Sul e Brasil.

Além disso, 97% ainda tinham imunidade contra a nova variantes da Índia e 99% ainda tinham anticorpos contra a versão original do coronavírus presente no Japão no começo da pandemia.

Os resultados do estudo científico conduzido pela Universidade de Yokohama foi divulgado pelo professor Yamanaka Takeharu.

Eles testaram a eficácia da proteção das vacinas da Pfizer-BioNTech, tanto para quem tomou uma dose apenas, quanto para quem tomou duas doses.

Quem tomou duas doses tem mais anticorpos

Foi mostrado que a proteção maior foi encontrada em quem foi imunizado com duas doses contra as novas variantes que são mais infecciosas e mais resistentes.

Contra a variante brasileira, por exemplo, quem tomou apenas uma dose tinha 16% de anticorpos, enquanto quem tomou as duas doses teve 94% de proteção.

Já contra o coronavírus do começo da pandemia, mostrou que após uma dose, as pessoas tiveram 57% de proteção e com duas doses esse número subiu para 99% de anticorpos. Confira o quadro completo abaixo.

Resultados em estudos realizados com a vacina Pfizer-BioNTech
contra novas variantes pela Universidade de Yokohama, Japão
 1 dose2 doses
Coronavírus convencional57%99%
Variante da Inglaterra18%94%
Variante da África do Sul21%90%
Variante do Brasil16%94%
Variante da Índia37%97%
Variante da Califórnia39%97%
Variante de New York55%98%
Variante de origem desconhecida34%97%

A transmissão do resultado do estudo foi televisionado pela Nippon TV, conforme vídeo abaixo postado no dia 12 de maio de 2021.

A notícia original pode ser lida no site do Japan Times: https://www.japantimes.co.jp/?post_type=news&p=3008987

O Japão enfrenta uma quarta onda de coronavírus com mais variantes e a vacina da Pfizer-BioNTech é a única sendo aplicada até o momento.

A vacina Moderna Inc deve ser aprovada ainda no mês de maio, segundo informações das autoridades japonesas.

Leia também

Vacinas Covid-19: confira um perfil completo das vacinas que o Japão comprou (Pfizer-BioNTech e Moderna Inc)

Créditos da imagem principal: REUTERS/Dado Ruvic/

0 comentário em “Estudo da Universidade de Yokohama mostra que vacina da Pfizer-BioNTech é efetiva nas variantes novas de COVID-19

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s