Notícias do Japão
coronavírus no Japão Covid-19 no Japão Notícias notícias do Japão

Giro de notícias do Japão: 28 de fevereiro de 2021, domingo

Confira o relatório das novas infecções de coronavírus no Japão, país deverá receber mais vacinas em abril, governadores de prefeituras que saíram do estado de emergência fazem reunião online, reator número 1 de Fukushima tem combústivel retirado depois de 2 anos e banco Mizuho admite falha no sistema

Em um único post, confira uma seleção de resumos das notícias do dia saídas e traduzidas dos principais portais de notícias no Japão. Confira temas de categorias diferentes, como política, entretenimento, sociedade e mais. Se atualize e saiba o que aconteceu no país de uma vez só em poucos minutos.

COVID-19 no Japão nas últimas 24 horas

Nesse domingo foram divulgados os dados sobre novos infectados pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 no Japão. Os dados são referentes aos testes realizados no dia 25 de fevereiro, quinta-feira.

Tokyo conduziu 7.139 testes PCR na quinta-feira em toda a prefeitura e confirmou 329 novos casos do novo coronavírus SARS-CoV-2, 8 casos a menos do relatado no sábado (27), relativo aos testes conduzidos no dia 24, quarta-feira. Dos contaminados, 197 eram do sexo feminino e 132 do sexo masculino.

Tokyo segue sendo a prefeitura mais afetada pela pandemia mas apresenta baixa taxa de contaminação para cada 100 mil habitantes
Tokyo segue sendo a prefeitura mais afetada pela pandemia, mas apresenta baixa taxa de contaminação para cada 100 mil habitantes

Em todo o território nacional foram confirmados 999 novos casos de COVID-19, dos quais 434 apresentaram sintomas graves e precisaram ser hospitalizados (67 em Tokyo). Foram registrados 30 óbitos relacionados a doença.

Além da prefeitura de Tokyo, as regiões mais afetadas pela pandemia foram Chiba (132), Kanagawa (131), Saitama (97), Osaka (54), Aichi (31), Hokkaido (27) e Hyogo (26).

Japão deverá receber mais vacinas a partir de abril

O ministro da Reforma e Assuntos Administrativos responsável pela vacinação no Japão, Taro Kono, informou que o Japão deverá receber mais vacinas a partir de abril e ampliar seu estoque de imunizantes.

“Acredito que podemos adicionar mais (vacinas) ao carregamento que chegará em abril”, afirmou Kono em entrevista a Fuji Television Network. De acordo com o ministro, o governo está negociando a questão com a fábrica da Pfizer nos EUA.

Imunizantes da primeira leva de vacinas que chegou ao Japão no dia 12 de fevereiro, sexta-feira
Imunizantes da primeira leva de vacinas que chegou ao Japão no dia 12 de fevereiro, sexta-feira

Kono também disse que o Japão deverá ter imunizantes suficientes para a segunda dose da vacina nos idosos entre maio e junho. A vacinação dos 36 milhões de idosos (a partir de 65 anos) deverá começar no dia 12 de março.

A imunização começará de forma gradual para que dê tempo ao governo resolver questões de logística e material, como as seringas especiais para não desperdiçar doses. “Na última semana de abril enviaremos ao menos uma caixa de imunizantes (1.170 doses) para todas as prefeituras”, afirmou o ministro.

Levantamento do estado de emergência coloca governadores em alerta

Após a decisão do governo central retirar seis prefeituras do estado de emergência, os governadores de Osaka, Kyoto, Hyogo, Aichi, Gifu e Fukuoka realizaram uma reunião virtual com governadores de todas as prefeituras em um evento online.

Reunião online entre governadores e vice-governadores das 47 prefeituras do Japão
Reunião online entre governadores e vice-governadores das 47 prefeituras do Japão

Os governadores das seis prefeituras pediram que o governo central crie mecanismos melhores e mais rigorosos de medidas contra novas infecções. Os governadores instam a Dieta a aprender com os erros que levaram a terceira onda de COVID-19 no país.

As prefeituras também pediram ajuda econômica do governo central para as empresas devido dificuldades por causa do estado de emergência. Naomichi Suzuki, governador de Hokkaido lembrou sobre a discrepância entre os negócios que conseguiram receber o auxílio do governo, entre os que não receberam.

Ainda que as restrições não fossem como as das 11 prefeituras que estiveram no estado de emergência, as outras prefeituras também enfrentaram a desaceleração econômica sem ajuda do governo para as empresas e negócios locais.

As prefeituras de Osaka, Kyoto, Hyogo, Aichi, Gifu e Fukuoka saíram do estado de emergência nesse domingo. Tokyo, Kanagawa, Chiba e Saitama sairão no dia 7 de março. Foto por Issei Kato
As prefeituras de Osaka, Kyoto, Hyogo, Aichi, Gifu e Fukuoka saíram do estado de emergência nesse domingo. Tokyo, Kanagawa, Chiba e Saitama sairão no dia 7 de março. Foto por Issei Kato

Além da ajuda econômica e medidas mais restritivas para a contenção das infecções, os governadores pediram também detalhes sobre o plano de vacinação e como será feita a distribuição das vacinas em cada prefeitura.

Reator n°1 de Fukushima Daiichi tem todo combustível nuclear retirado nesse domingo

Neste domingo, a TEPCO (Tokyo Eletric Power Co.) informou que todo o combustível nuclear do reator n°1 foi finalmente retirado. Foram necessários dois anos para retirar as 566 células de combustível.

O combustível que precisa de constante resfriamento por continuar emitindo muita radiação e continuar aquecendo foi depositado na piscina do reator n°3. Apesar do reator em si ter sido o mais danificado no terremoto seguido de tsunami em 2011, a piscina se encontra em um andar superior e sem muitos danos.

Operação para retirar combustível nuclear do reator n°1 durou dois anos
Operação para retirar combustível nuclear do reator n°1 durou dois anos

Apesar da vitória que se deu após uma série de dificuldades envolvendo problemas técnicos de equipamentos que fossem capazes de funcionar em meio a tanta radiação, ainda existem entre 800 a 900 toneladas de combustível nuclear derretido nos reatores da usina.

A previsão da TEPCO para começar a remoção do material de dois reatores é para o ano fiscal de 2024. A retirada total dos combustíveis e a descontaminação da área ainda deve demorar pelo menos 40 anos.

Banco Mizuho relatou falha nacional em seu sistema

Uma falha no sistema de caixas eletrônicos do banco Mizuho impediu o saque de dinheiro de seus clientes neste domingo. De acordo com o banco, dos 5.395 caixas eletrônicos da Mizuho, 2.956 apresentaram o problema em todo o país.

Falhas nos serviços de internet banking e em 2.956 caixas eletrônicos do banco Mizuho foram registrados no domingo
Falhas nos serviços de internet banking e em 2.956 caixas eletrônicos do banco Mizuho foram registrados no domingo

Além do problema dos caixas eletrônicos, da empresa, também houveram falhas nos serviços de internet banking. Em um comunicado no site e nas redes sociais da instituição, o Mizuho pediu desculpas aos clientes e pediu que fossem utilizados caixas eletrônicos parceiros como a ATM.

A falha foi registrada pela manhã de domingo e não foi completamente resolvida até as 21:00. Não é a primeira vez que o grupo financeiro experimentou problemas com caixas eletrônicos. Em 2002, cerca de 2,5 milhões de saques deixaram de acontecer após a fusão de bancos filiados ao grupo.

Fontes: Japan Today, Kyodo News, Asahi Shimbun, Mainichi Shimbun, NHK, Nikkei

0 comentário em “Giro de notícias do Japão: 28 de fevereiro de 2021, domingo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s