Campanha Go to Travel paralizada
Notícias

Yoshihide Suga decide paralisar verba para campanha de incentivo de viagens Go to Travel no Japão

Medida é resposta ao aumento significativo de aumento de casos de Covid-19 e para evitar que as pessoas viagem no final de ano

Segundo informações do NHK, o primeiro-ministro Yoshihide Suga informou que o governo suspenderá completamente os subsídios até o final do mês de dezembro da campanha Go To Travel devido ao aumento significativo dos casos de coronavírus no Japão.

Paralização campanha Go To Travel

Go to Travel suspenso no final de 2020

A paralização valerá entre os períodos de 28 de dezembro até 11 de janeiro de 2021. O objetivo é diminuir as infecções com a proximidade das festas de final de ano que geralmente causam aglomerações por conta de viagens.

Desta forma, o sistema de saúde terá um alívio, já que houve alta de internações devido a terceira onda de coronavírus. Novas decisões serão feitas após o passar dos dias e a contabilização de novas infecções.

“Eu peço que as pessoas tomem precauções básicas contra novas infecções, especialmente durante as refeições e considerar cuidadosamente se viajarão para suas cidades natais durante o feriado para que tenhamos um final de ano pacífico”, disse Suga em conferência pela manhã do dia 14.

“O aumento de infecções a nível nacional continuam aumentando e baseado nos números de indicadores nós estamos vendo os casos aumentarem em mais regiões”.

Em suas últimas declarações, o primeiro-ministro tinha dito que a campanha Go To Travel continuaria e os subsídios seriam estendidos em 2021. A premissa era salvar vidas, mas também manter o modo de subsistência de negócios.

No entanto, nos últimos dias a alta de casos bateu recordes no Japão. No sábado foram contabilizados pela primeira vez mais de 3,000 novas infecções que já está sendo tratada como terceira onda.

Se não viu, leia também:

Japão ultrapassa mais de 3,000 casos no sábado

A paralização de subsídios começará mais cedo em Nagoya e Tóquio e os cidadãos estão sendo orientados a evitar viagens para as regiões.

Segundo informações do Kyodo News, o prefeito de Aichi, Hideaki Omura, contou que o subsídio não valerá para Nagoya a partir desta quarta-feira, 15 de dezembro.

O governo cobrirá todos as taxas de cancelamento e compensará fincanceiramente hotéis, segundo o ministério de terra, infraestrutura, transporte e turismo.

0 comentário em “Yoshihide Suga decide paralisar verba para campanha de incentivo de viagens Go to Travel no Japão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s