Viagem Intercontinental no Japão
tecnologia Turismo

Japão planeja construir aeronaves em 2040 para conectar principais cidades do mundo em viagens de apenas duas horas

Viagens intercontinentais estão sendo estudadas usando tecnologia de foguete espacial

Se você já acha o shinkansen eficiente e não vê a hora do trem Maglev ser inaugurado, saiba que o Japão já está pensando em um meio de transporte mais eficiente e tecnológico.

Viagem intercontinental no Japão

Segundo reportagem do Mainichi, o governo japonês e empresas privadas estão fazendo parcerias para desenvolver aeronaves intercontinentais para fazer viagens entre cidades em apenas duas horas usando tecnologia de foguete.

A notícia foi divulgada pelo Ministério da Ciência, mas antes o plano já tinha sido revelado pelo Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia em nota no dia 12 de maio.

Dois tipos de transporte são planejados, um que funcione igual um avião na horizontal e outro para ser lançado de forma vertical como um foguete espacial.

O plano é ter essas aeronaves ativas em 2040 com um orçamento de 5 trilhões de ienes em um projeto de duas fases.

Na primeira fase, a JAXA (Agência de Exploração Espacial Japonesa) fornecerá tecnologia do foguete H3 ao reusar suas partes.

JAXA - Agência de Exploração Espacial do Japão

Em paralelo, outras iniciativas surgem no país. A startup PD AeroSpace de Nagoya também planeja oferecer viagens espaciais comerciais intercontinentais e viagens sub orbitais.

Planeta Terra vista por dentro de aeronave

Em 2018, a previsão era que as viagens fossem possibilitadas já em dezembro de 2023. Na época, 11 funcionários trabalhavam em Aichi em um veículo usando propulsão com capacidade para voar em altitudes há 100 km na linha de órbita baixa da Terra (LEO).

Órbita baixa da terr

Nessa distância é possível chegar entre o limite da atmosfera da Terra e o espaço. Segundo o presidente da PD AeroSpace contou em reportagem ao Japan Times, o desejo era que a empresa iniciasse uma era espacial com viagens comerciais e privadas, já que o espaço tem o poder de atrair as pessoas.

O objetivo é criar uma aeronave com capacidade para seis passageiros e dois pilotos para viagens em altitudes de 110 km para quem tiver dinheiro, já que essa viagem não será para qualquer um. O custo por passagem deverá ficar em torno de U$ 153.000 por pessoa.

Na subida, os passageiros poderão experienciar cinco minutos sem gravidade como acontece em viagens interespaciais.

Para tal, os passageiros deverão passar por rotina de exames médicos e participar de um curso para saber o que devem esperar da viagem, além de fazer uma simulação com gravidade zero. O objetivo no futuro é estabelecer turismo lunar e construir hotéis na órbita terrestre baixa.

Créditos imagem principal: Koike Terumasa

0 comentário em “Japão planeja construir aeronaves em 2040 para conectar principais cidades do mundo em viagens de apenas duas horas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s