Infraestrutura de dados do Japão
tecnologia

Isolamento social mostrou que Japão precisa melhorar infraestrutura digital

País já pensa em soluções para melhorar capacidade de armazenamento de dados

O governo japonês já discute como contornar um problema que surgiu devido a pandemia de coronavírus e o isolamento social. Com mais pessoas trabalhando de casa fazendo home-office, ficou evidente que a infraestrutura digital do país precisa ser melhorada com mais capacidade para guardar dados, segundo reportagem do NHK.

Armazenamento de dados do Japão

Atualmente, o sistema está sob pressão com pessoas e empresas armazenando seus dados na nuvem.

Armazenamento de dados no Japão

Aplicativos populares no Japão, como o Line, por exemplo, já usavam bancos de dados da Coreia do Sul para armazenar fotos, vídeos e outras informações. No entanto, muitos usuários não sabiam disso e se sentiram incomodados.

Agora, a empresa pretende transferir estes dados para servidores do Japão até setembro para fortalecer a proteção de dados de seus usuários. O Line é a rede social número 1 do Japão, além de ser usada como aplicativo de mensagens e mais.

Além disso, uma revisão da lei de proteção de dados será promulgada ano que vem para assegurar que as companhias serão mais transparentes sobre os dados armazenados.

Segundo informações do governo, o trânsito digital dos japoneses mais que dobrou nos últimos três anos e a tendência é de crescimento de mais de 30% até 2030 quando a rede 5G entrará em operação.

O secretário-chefe do cabinete, Kato Katsunobo, se reuniu com o comitê de estratégia de crescimento no mês de abril para discutir o fortalecimento da infraestrutura digital do país. O assunto vem sendo tratado como crucial para a sociedade, segundo o NHK.

O Japão já foi referência na Ásia quanto a armazenamento de dados, mas acabou sendo ultrapassado pela China.

Além disso, a revisão da lei de compartilhamento de dados pode fazer empresas internacionais decidirem se retirar do país, por isso o comitê está considerando oferecer concessões e incentivos fiscais para as companhias continuarem no país.

Atualmente, mais de 70% dos centros de armazenamento de dados ficam na cidade de Tokyo. Medidas estão sendo consideradas para que as empresas abram centros em outras regiões do país para diversificar riscos.

0 comentário em “Isolamento social mostrou que Japão precisa melhorar infraestrutura digital

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s