Homem trabalha de máscara em meio a pandemia de coronavírus no Japão
Notícias

Japão prolongará subsídio emergencial até o final de fevereiro

O valor continuará o mesmo devido ao aumento de casos de Covid-19 no Japão

Segundo informações do Japan Times, o ministério do trabalho afirmou na sexta-feira, 27 de novembro, que o subsídio será prolongado por mais dois meses devido ao ressurgimento de casos de coronavírus no mês de novembro.

Subsídio prorrogado mais dois meses

Lembrando que o subsídio já foi prolongado em agosto por três meses. Na época sugeriram que o valor fosse diminuído em estágios após o ano acabar.

No entanto, o ministro desistiu da ideia após ter sido convencido por advogados do partido democrata liberal (LDP).

O subsídio dado pelo governo cobre parte de licenças pagas aos trabalhadores com limite máximo de 8,370 ienes por dia para cada empregado. Devido a pandemia de coronavírus, esse valor é pago integralmente com valores podendo chegar até 15,000 ienes.

O valor voltará a sua normalidade de forma gradual em estágios a não ser que a situação da empresa tenha ficado crítica depois do mês de março, segundo o ministro da saúde e do trabalho, Norihisa Tamura, em coletiva realizada na sexta.

Além disso, o subsídio dado a pais que precisam se ausentar do trabalho por conta de seus filhos devido ao fechamento das escolas por conta da pandemia também será prorrogado até o final de fevereiro.