coronavírus no Japão Notícias notícias do Japão Sociedade

Fumo passivo aumenta 30% no Japão em meio a pandemia do coronavírus SARS-CoV-2

Pessoas estão fumando mais devido a estresse e ansiedade

Um estudo recente realizado pela Nation Cancer Center Japan em março de 2021 e divulgado nesta segunda-feira (31/06), revelou que 30% dos japoneses foram expostos ao fumo passivo devido ao aumento do consumo de tabaco no Japão.

Foram entrevistados para a pesquisa mil tabagistas e mil fumantes passivos.

Mais fumantes por causa da pandemia

O aumento no número de fumantes e no consumo de tabaco aumentou significativamente durante o primeiro ano da pandemia do coronavírus SARS-CoV-2 segundo os indícios.

De acordo com os dados divulgados pela National Cancer Center Japan, 33,7% dos fumantes passivos, isto é, 258 pessoas relataram aumento da exposição de fumaça de cigarros.

Não obstante, 25,3% dos tabagistas entrevistados disseram aos pesquisadores que desejavam parar de fumar por medo de contrair sintomas graves da COVID-19.

Afinal, fumantes são mais propícios a contrair a doença por causa do próprio ato de fumar.

Perigos do aumento de comorbidades

Um dos pesquisadores do National Cancer Center Japana, Kimiyasu Hirano, alertou para o aumento do risco – especialmente para os fumantes passivos – de doenças relacionadas ao tabaco, invalidez e até mesmo óbito.

Em outras palavras, enquanto os tabagistas aumentaram a quantidade de cigarros consumidos no seu dia a dia por causa de problemas psicológicos como ansiedade e depressão, os fumantes passivos são obrigados a passar muito mais tempo nesse ambiente literalmente tóxico.

Entre os tabagistas, 49,4% afirmou que o estresse é o principal fator do consumo de cigarros.

Por outro lado, apenas 18% desse grupo confessou estar consumindo mais tabaco em comparação ao ano passado.

Para além, 11,4% dos entrevistados alegaram que estão consumindo menos nicotina do que consumiam quando a pandemia começou.

Apesar disso, Hirano afirma que boa parte encontrou dificuldades em parar de fumar neste momento.

Não aos pontos de fumo

Foi constatado também que a maioria dos tabagistas (59,4%) acreditam que os fumódromos são locais perigosos e potencialmente espalhadores do patógeno, enquanto isso, 58,3% dos entrevistados afirmam que esses locais devem ser fechados.

Há um risco considerável ao consumir tabaco em locais públicos porque é preciso levar a mão a boca e tirar a máscara.

Estima-se que 22,15% da população seja fumante, considerando que cerca de 5% dos japoneses não foram imunizados, o fumo em local público é um grande risco.

Aumento do tabagismo no mundo

Embora o número de tabagistas tenha caído timidamente nos países desenvolvidos (apesar do aumento do consumo de e-cigarretes), o consumo de cigarros no mundo aumentou especialmente nos países mais pobres.

Todos os anos, cerca de 7,7 milhões de pessoas morrem por doenças relacionadas ao uso de tabaco.

Vale ressaltar que o número de fumantes entre 15 a 24 anos registrou aumento ou no máximo manteve-se estável na maioria dos países do mundo.

Apesar disso, há muitas pessoas que querem parar de fumar e estão procurando ajuda por medo de contrair o SARS-CoV-2 e desenvolver formas mais agudas dos sintomas da doença.

0 comentário em “Fumo passivo aumenta 30% no Japão em meio a pandemia do coronavírus SARS-CoV-2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s